quarta-feira, 24 de outubro de 2012

DIÁRIO DE BORDO MUNDIAL 2012: DAY 1

Várias pessoas se reuniram no aeroporto de Cumbica, São Paulo, para se despedir da Seleção Brasileira, familiares, amigos, dirigentes da Confederação Brasileira de Sumo. Vários sentimentos se misturavam: a espectativa da primeira viagem de uns, o alívio por poderem viajar novamente por outros e até o temor do primeiro voo estavam lá.

Esta é a minha oitava participação na Seleção Brasileira de Sumo. Vejo com alegria a energia da nossa seleção. Me desaponta a desistência de 5 integrantes da equipe, mas reconheço a força de vontade daqueles que insistiram e chegaram até aqui.

Para mim, a presença mais importante na despedida foi o Sr. Tsuchiya, presidente da Federação Paulista de Sumo e um pai para mim. Ele sempre esteve ao meu lado, desde a minha primeira viagem ao japão, em 92, quando foi como técnico e teve que aguentar as maluquices do gordinho aqui...


Felizmente o voo para Dubai estava vazio. Os atletas mais gordinhos puderam se esparramar um pouco, mas é uma viagem longa e puxada. O desconforto foi diminuido com a descontração dos comissários de bordo, que brincaram até de lutar Sumo. No pouso recebemos a mensagem: "Desejamos boa sorte aos atletas que estão indo a Hong Kong disputar o Campeonato Mundial de Sumo!". Foi uma festa!

Em Dubai o tempo passou rápido num dos maiores Free Shops que já vi. Comemos nos restaurantes Fast Food do aeroporto utilizando um voucher da Emirates dado aos passageiros que ficam mais de 4 horas em trânsito, que dava direito a um lanche e refrigerante.


Na segunda parte, o voo estava cheio e tivemos que ir apertadinhos, mas parece que o tempo passou mais rápido. Vim dormindo praticamente direto, só acordando para rangar...


Em Hong Kong, fomos levados diretamente para encontrar a comissão organizadora do evento, junto com a  equipe húngara. Sr Mukai, Sr. Nekozuka e eu levamos quase 1,5 horas para fazer a entrada do grupo. O cansaço foi quase esquecido quando subimos aos quartos: É o hotel mais fantástico que eu já vi na vida! A vista é linda no segundo maior prédio de Hong Kong! São 77 andares!





Saímos depois para fazer um rápido jantar antes de capotar na cama. A comida por aqui é bastante barata. Dá para fazer uma refeição com cerca de 12 reais. Infelizmente o meu prato veio com penas, o que me fez virar o estômago. Passei no 7Eleven e comprei alguns cup noodles e chás para comer se desse fome mas, chegando ao quardo, o cansaço era maior que fome e acabei dormindo.



Até amanhã!


4 comentários:

Alvaro Mitsunori Nishikawa disse...

Boa sorte no campeonato!!!
Alvaro

Evelyn disse...

Adorei a ideia de fazer um diário de bordo! Estou ansiosa pelos outros posts!!
Beijo

Unknown disse...

Adorei seu diário de bordo, foi tão rico em detalhes que pude sentir a emoção de vocês!!!!

E que vista mais peerfeita do hotel ^^

Jéssica

TAKA disse...

Obrigado pelo apoio e por acompanharem o blog!
Um grande abraço a todos!