domingo, 25 de julho de 2010

NOVO ESCÂNDALO NO OZUMO

Bom... É uma tristeza, mas o Ozumo vive mais um escândalo. E desta vez, tão grave que, dizem alguns especialistas, pode por a existência do Sumo profissional em risco. Justo agora que nosso amigo Kaisei acabou de subir ao Jyuryo...

Eu estava hesitando em escrever sobre o tema, mas diante de tanta repercussão e questionamento que está acontecendo, lá vai.

Descobriu-se que lutadores de Sumo profissionais estavam apostando ilegalmente em jogos como Baseball, Golf e Mahjong, controlados pela mafia. E ainda que academias estavam íntimamente relacionadas à yakuza, ao ponto de destinar assentos no sunakaburi (área mais próxima ao dohyo) , normalmente reservado para patrocinadores e fans especiais, para mafiosos de alta patente. A relação entre a Yakuza e o Ozumo é algo que não é novidade, mas a polícia promoveu uma ação sem precedentes entre os lutadores para descobrir quais eram os envolvidos.

[Kotomitsuki e Otake]

Resultado: O ozeki Kotomitsuki e o oyakata Otake foram expulsos; 65 lutadores e membros da associação assumiram que jogam ilegalmente; 9 sekitoris afastados do Nagoya Basho (que quase fora cancelado) para investigação; a estatal NHK, que desde 1953 transmite "ao vivo", todos os seis torneios anuais, pela primeira vez, recusou-se a transmitir o Nagoya Basho; patrocinadores, incluindo as gigantes Fuji Xerox Co. and Nagatanien Co., cortaram os contratos, temendo que suas imagens sejam manchadas; boicote dos japoneses ao torneio, que se negam a assistir Sumo enquanto houverem indícios de lutadores criminosos; e Musashigawa, o rigoroso presidente da associação, afastou-se do cargo, assumindo Murayama Hiroyoshi, um notório promotor público.

Logo após a notícia de que o torneio não seria transmitido pela NHK, fui entrevistado pela Fuji TV do Japão, para dizer o que achava da decisão da emissora. Respondi que para nós, tão longe do da terra do sol nascente e da cultura japonesa em geral, é bastante triste ficar sem poder assistir Sumo. Lá, no entanto, 80 % das pessoas entrevistadas afirmaram que não se pode televisionar enquanto houverem indícios de que estejam acontecendo crimes na associação.

É triste, mas é isso...

Por isso que eu dou tanta importância para o esporte amador, pois onde tem muito dinheiro... já sabe, né...

2 comentários:

ShintoistaMason disse...

é....estão sendo realmente semanas catastróficas para este esporte tão lendário e não sabemos quanto mais ainda essa catástrofe pode aumentar. porem considero também, que estes fatos podem significar um divisor de aguas na pratica do Sumô, ou pelo menos assim deveria ser, pois existem diversos pontos que trazem a reflexão nesta espécie de "tragédia grega", como o excessivo numero de estrangeiros que, na maioria das vezes, vêem esse esporte apenas como uma alavanca social desconhecendo os fundamentos primários que o construíram, a administração interna e seus regulamentos que não acompanharam o crescimento radial e exponencial do Sumo tornando -se estes inflexíveis e ineficiente na hora de avaliar rikishis e heyas e o mais importante talvez a ausência parcial ou total do Estado na promoção e incentivo nacional de um esporte que esta ligado fortemente historia do pais. acreditar que a tradição é mais forte que o capitalismo e pecar na inocência. o Sumo hoje é uma velha arca navegando no maravilhoso oceano que criou e no qual esta prestes a se afogar. Apesar de tudo, parabéns pelo post!

Willian Takahiro Higuchi - TAKA disse...

Caríssimo,
Obrigado por ler o blog e dar sua opinião!!!
Concordo com você: é realmente um momento de reflexão, acima de tudo.
Abraços!!!