sexta-feira, 22 de outubro de 2010

CAMPEONATO MUNDIAL DE SUMO EM VARSÓVIA

Farei um mega post para falar de nossa participação no Campeonato Mundial de Sumo, que aconteceu no mês de outubro.

Depois das dificuldades que já estamos acostumados a enfrentar, conseguimos reunir a maior delegação brasileira já enviada para um campeonato mundial. Tudo graças ao apoio de amigos, familiares, associações, evetuais patrocinadores, etc. Uma grande conquista!

Viajamos num total de 15 atletas e 3 dirigentes:


Dorotéia da Costa
(Sudoeste - Juvenil Leve)

Joice Bezerra
(Nova Central - Juvenil Médio)

Natany Brizola
(Sudoeste - Juvenil Pesado)

Rafaela da Cruz
(Norte - Juvenil Absoluto)

Naoyuki Nakamura
(ABC - Juvenil Leve)

Diego Froner
(Norte - Juvenil Médio)

Rui Sá Júnior
(Paraná - Juvenil Pesado)

David Moraes
(Paraná - Juvenil Absoluto)

Luciana Watanabe
(Nova Central - Leve)

Fernanda Rojas
(Sudoeste - Médio)

Jaqueline Silva
(Paraná - Pesado)

Janaína Silva
(Paraná - Absoluto)

Genilton Tibúrcio
(Sudoeste - Leve)

Júlio César Vieira
(Sudoeste - Pesado)

Takahiro Higuchi
(São Paulo - Absoluto)

Clara Nekozuka
(Norte - Técnica da equipe feminina)

Kazuki Mukai
(Santo Amaro - Técnico da equipe masculina)

Issao Kagohara
(Presidente da CBS - Chefe da Delegação)

A VIAGEM
Nos reunimos no aeroporto de Guarulhos para pegar um avião da Air France até Paris, onde fizemos escala para Varsóvia. Enfrentamos uma longa viagem de quase 20 horas!


A CHEGADA

Chegamos tarde da noite em Varsóvia e nos levaram para o local do campeonato onde fizemos a parte burocrática: pagamentos, inscrições, etc. A recepção foi péssima e a desorganização era explícita. Pela primeira vez, em anos disputando campeonatos internacionais, me senti tão ultrajado. Eram passadas 2 da manhã quando chegamos ao hotel!


PRIMEIRO DIA

Felizmente o hotel fora de ótima qualidade, apesar de ficar muito distante do local do campeonato (quase 50 minutos de ônibus!), com um café-da-manhã caprichadíssimo. Linguiças, salsichas, ovos, pães, geléias, picles...


Provamos novamente a má organização. Perdemos a pesagem e a reunião dos atletas, que aconteceu no local do campeonato. Primeiramente não sabiam nos informar o horário e o local dos campeonatos; Se isso não bastasse, nos passaram informações erradas. Nós tivemos que nos desdobrar para resolver a situação: Sr. Kagohara foi para a reunião da IFS no hotel; Sra. Nekozuka ficou com a equipe no local do campeonato; e eu com o Sr. Mukai tivemos que correr de taxi de um lugar ao outro para resolver o problema da pesagem dos juvenis. Stress. Felizmente tudo deu certo.


Depois de tudo isso, foi aplicado um sistema de anti-dopping inédito até agora. Nos anos anteriores, escolhiam-se os três primeiros colocados e a coleta era feita durante o próprio campeonato. Neste ano, uma pessoa ficava andando no dia anterior caçando pessoas para fazer o exame. Acho o sistema totalmente questionável, pois no momento que passaram, só haviam atletas brasileiros. Para burlar o exame bastava ficar escondido no hotel. Nossa atleta premiada foi Janaína...


CAMPEONATO MUNDIAL JUVENIL

Nossos atletas mostraram que são muito fortes, apurados tecnicamente e que possuem condições reais de conquistar as melhores posições! Fiquei bastante feliz de vê-los lutar tão bem. Como resultado divemos uma medalha de prata, uma de bronze e três sextas colocações.



[Abertura do Campeonato Juvenil]



[Nossa seleção juvenil!]

DOROTÉIA

Dorotéia lutou muito bem. Ficou com a medalha de prata, mas foi por muito pouco. Foi a figura da equipe, com suas roupas e unhas coloridas e com seu "É tipo restart!!!".

[Dorotéia - de costas - em sua primeira luta]

YUKI NAKAMURA

Yuki lutou muito bem. Merece desconto por ser um dos lutadores mais novos da equipe. Mais baixo que os demais atletas da mesma categoria, precisa lutar de modo que tire proveito de seu tipo físico. Valeu pela garra e simpatia.



JOICE

Chegou à semi-final lutando muito bem e tinha chances reais de ficar entre as duas melhores do campeonato. Terminou em sexto. Parece me que infelizmente bateu um pouco de nervosismo. Marcou o campeonato com seu indefectível chapéu de porquinho.



DIEGO FRONER

Lutou bem e conseguiu ficar entre os seis melhores do campeonato. Talvez falte um pouco de agressividade. Transparece bom caráter e retidão, além de possuir um ótimo astral. Não vou esconder que é um de meus prediletos.



NATANY

Lutou bem e contou com um pouco de sorte para agarrar a terceira posição. Perdeu numa bobeira incrível na primeira luta, mas se recuperou durante a repescagem. Precisa melhorar a finalização das lutas. Muito comportada e dedicada, tem grande potencial. Seu jeito lembra muito a Fernanda Costa, nossa campeã mundial.


RUI

Começou lutando muito mal mesmo. Tem o péssimo hábito de lutar aguardando o outro atacar para aplicar contra-golpes. Nas lutas que resolveu atacar, lutou bem e ganhou. Precisa aprender a lutar para frente, atacando sempre, de modo agressivo e rápido. É uma das promessas do Sumo brasileiro, pois apesar da pouca idade tem muita força e dedicação.

DAVID

Foi o melhor dos juvenis masculinos brasileiros. Lutou muito bem contra adversário muito maiores que ele. É agressivo, incansável e ataca muito. Conquistou a sexta posição lutando de modo exemplar. Para mim, foi realmente uma grande surpresa. Impressionaram também seu caráter e comportamento.


RAFAELA

Lutou bem, mas precisa melhorar alguns fundamentos e o modo de lutar. Gosta de ficar na posição monosashi (as duas mãos por dentro) e aplicar golpes como o tsuridashi, entretanto em campeonatos mundiais se torna ineficiente, por conta do tamanho das atletas dos outros países. Valeu pelo ótimo tachiai.

TORNEIO POR EQUIPES

Infelizmente não conseguimos nos classificar no torneio por equipes.


SALDO GERAL DO MUNDIAL JUVENIL

De modo geral, a participação dos atletas brasileiros foi muito boa, mostrando um ótimo Sumo, recebendo elogios de técnicos de diversos países!


CAMPEONATO MUNDIAL DE SUMO

Conquistamos duas medalhas de bronze e um sexto lugar. Ótimo resultado.

LUCIANA WATANABE

Conquistou a merecidíssima terceira colocação, depois de sete participações em mundiais batendo na trave. É o fruto de muito esforço e dedicação. Provavelmente é a atleta brasileira mais dedicada, comparecendo na maior parte dos treinos da equipe de São Paulo, além de ser aquela que tem maior possibilidade de conquistar o título mundial.

GENILTON

Lutou bem, mas perdeu para a força física dos adversários, que se mostram mais altos e pesados.

FERNANDA ROJAS

Lutou bem e perdeu para a campeã na primeira luta, mas não deu moleza. Sua chave foi a mais difícil de todas, concentrando todas as favoritas (Mongólia, Polônia, Ucrânia...). Acredito que tem possibilidade de melhorar ainda mais e chegar a disputar medalhas.


JAQUELINE

Lutou bem, mas seu Sumo não é muito eficiente em torneios internacionais. Dei a dica de agarrar a adversária ao invés de sair empurrando. Deu certo. Suas vitórias foram decisivas para a conquista da terceira colocação por equipes. Essa facilidade de assimilar e aplicar as dicas dadas é uma característica importante para o crescimento do atleta.


JÚLIO CÉSAR

Lutou bem, mas é bastante perceptível seu defeito no fumikomi (passada). Precisa melhorar a agilidade no caminhar e atacar.



JANAÍNA

Lutou muitíssimo bem, sendo decisiva para a conquista da terceira colocação por equipes. Conquistou a sexta colocação individual, faltando muito pouco para mordiscar uma medalha!

TAKA

Bom... Não lutei bem. Não consegui sequer repetir o que fiz no mundial passado e no SportAccord. Estava muito tenso e nervoso... Não sei o motivo. Fiz apenas uma luta boa, contra os EUA.


TORNEIO POR EQUIPES

No masculino, perdemos para Mongólia e Polônia, vencendo apenas da forte equipe dos EUA. No feminino, conquistamos a terceira colocação!

SALDO GERAL DO MUNDIAL

A participação brasileira foi muito boa, sendo que merece destaque o fato de que este ano foi o ano das mulheres!


É isso, meus caros!!!

Muito obrigado pela torcida e um grande abraço a todos!!!

2 comentários:

Douglão M83 disse...

olá, gostaria de saber como eu começo a participar dos treinos de sumô? Eu vi as academias no final do seu Blog e nenhuma é perto de casa, ja a associação amantes de sumô não tem endereço, gostaria de mais informações, abraços e aguardo sua resposta

Willian Takahiro Higuchi - TAKA disse...

Olá!
Arrumei a falta de informação. Você pode conferir o endereço lá em baixo.
Para treinar, só precisa de disposição e aparecer por lá aos domingos pela manhã.
Abraços!